Make your own free website on Tripod.com

Munição é apreendida por denúncia

Informação passada pelo Disque-Denúncia, levou a Polícia a apreender hoje, grande quantidade de munição de diversos calibres, na casa 20 da Rua Princesa Leopoldina, em Realengo, Zona Oeste do Rio. No local foram presos os irmãos Carlos Roberto da Silva, 33 e Eduardo Luciano da Silva, 29. Não houve reação no ato da prisão.

Além da munição - cerca de 700 cartuchos, inclusive de calibre 7.62 para fuzil de longo alcance e privativo das Forças Armadas, e carregadores - os policiais da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), que fizeram a operação, apreenderam também uma bolsa típica para carregar ferramentas com logotipo da Telemar, dois capacetes da empresa, um giroscópio e uma máscara feita com meia-calça de mulher, para cobrir o rosto e cabeça.

A bolsa, capacetes e giroscópio, terão procedência e utilização investigadas, mas os policiais não descartam a possibilidade de os dois irmãos, que ainda serão interrogados pelo delegado Marco Aurélio de Castro, terem envolvimento também em assaltos. Bolsa e capacetes seriam usados como disfarce nas investidas criminosas.

O delegado Marco Aurélio está apurando a procedência da munição apreendida e, ainda, se Carlos Roberto e Eduardo têm ligação com traficantes de drogas para os quais forneceriam armas e munições.

FONTE:

JORNAL DO BRASIL

Terça-feira, 6 de Novembro de 2001